Menu / Busca

Meu gato sumiu, e agora?

Você sabia que um gato que frequenta a rua pode percorrer até 830m por dia? Que ele pode considerar seu território um raio de até 8 km2? Tudo isso significa que os felinos que passeiam pelas ruas não consideram seu lar apenas o local que comem e dormem. Podem, portanto, passear pelos bairros como se estivessem dentro de sua casa. Por isso, se seu amigo de quatro patas desapareceu, Leia mais

Alergia alimentar

A alergia alimentar é uma doença quase sempre dermatológica, pois os gatos que apresentam essa condição têm lesões na pele, falhas na pelagem e coceira, que costuma ser de moderada a severa, especialmente na face dos gatos.

Alguns animais podem ter outros sintomas, como vômitos, diarreia e, mais raramente, problemas respiratórios. Leia mais

A criança e o gato

“A criança acorda cedo pela mãe que leva seu leite quentinho para ser tomado ainda na cama. O gato ainda não quer acordar essa hora, então resmunga um pouquinho, cobre a orelha com sua pata e volta a dormir mais um pouco. Os dois dormem juntos há muito tempo, mas nem sempre foi assim. Leia mais

Câncer de mama – Outubro Rosa

O outubro rosa é um movimento mundial de luta contra o câncer de mama que teve início nos Estados Unidos em 1997.

Apesar do movimento ser apenas para o combate do câncer em mulheres,o Medicina Felina acredita que nossas gatinhas também merecem cuidados e assim, disponibiliza informações para os tutores poderem prevenir com eficácia Leia mais

Pratique Gatoterapia

Ao longo dos últimos 9.500 anos os gatos foram domesticados pelo homem. Não se sabe ao certo se eles se aproximaram dos humanos pela presença de ratos na agricultura ou se foi uma iniciativa do próprio homem. O fato é que após longos períodos de adoração na época do império egípcio, os gatos passaram a ser odiados por sua inacreditável associação com bruxas na idade média. Leia mais