Menu / Busca

Plantas tóxicas

Todo cuidado é pouco quando se trata de plantas tóxicas. Os gatos não ingerem com a mesma frequência que os cães, mas não é raro encontrar gatos intoxicados por esse motivo. Muitas vezes o diagnóstico da intoxicação é prejudicado por não ser descoberto qual tipo de planta o animal ingeriu.

A primeira dica é evitar essas plantas em casa e, a segunda é levar o animal imediatamente ao veterinário quando há suspeita de intoxicação. Leia mais

O ciclo estral das gatas (cio)

O gato é descrito como sendo um reprodutor poliéstrico sazonal de dias longos. Isso quer dizer que o gato tem mais de um ciclo reprodutivo por ano (poliéstrico) e nos períodos de dias mais longos (sazonais de dias longos).

Gatos que moram em regiões perto do equador, ou seja, que os dias permanecem praticamente com a mesma duração ao longo do ano, não apresentam sazonalidade e acabam ciclando o ano todo. Leia mais

Desenvolvimento dos filhotes

Nascimento: os gatinhos nascem após um período de 2 meses de gestação. Suas pálpebras e orelhas permanecem fechados até aproximadamente 15 dias de vida. Nessa fase os filhotes apenas alternam mamadas com sonecas. A mamãe precisa lamber a região genital dos filhotes para estimular a urina e as evacuação e também para deixar os gatinhos limpinhos; Leia mais

Criptococose

A criptococose é uma doença causada por um fungo chamado Criptococcus neoformans. Esse fungo é encontrado em solos, excrementos de aves (pombos) e algumas árvores como, por exemplo, os eucaliptos. Os gatos são os animais mais acometidos e, apesar do homem também poder se infectar, essa não é uma doença de carácter zoonótico.

Leia mais